facebooklinkedin
Publicidade
:: Home :: Notícias :: Missão no Uruguai começa dia 21 de novembro
Notícias Veja mais
Missão no Uruguai começa dia 21 de novembro - 12/11/2012

Márcio Arroyo, conselheiro de Comércio Exterior da SP Chamber of Commerce e Brigida Scaffo, consulesa do Uruguai no Brasil/Foto: Chico Ferreira/ LUZ

Explorar a proximidade geográfica e oferecer vantagens econômicas, fiscais e tributárias aos empresários do Brasil que desejam ampliar seu campo de atuação e iniciar suas atividades no mercado externo. Este é o objetivo da missão que levará empreendedores brasileiros para o Uruguai entre os dias 21 e 23 de novembro deste ano para conhecer as vantagens de sua zona franca, portos e infra-estrutura logística, além da legislação que oferece isenção de impostos e vantagens tributárias aos interessados em se instalar por lá.

Organizada pela Comissão de Comércio Exterior da SP Chamber of Commerce, da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), a iniciativa visa, também, ampliar as relações comerciais entre os dois países. Na reunião preparatória, realizada na sede da ACSP, empresários brasileiros de diversos campos de atuação conheceram detalhes dos preparativos para a viagem, das empresas e órgãos oficiais que serão visitados.

Oportunidade – Márcio Arroyo, conselheiro de Comércio Exterior da SP Chamber of Commerce, explicou que a iniciativa faz parte da estratégia da ACSP de identificar oportunidades de expansão de negócios para seus associados e pesquisar áreas de atuação que podem ser exploradas.

Para reforçar que este é um bom momento para organizar este tipo de missão, Brigida Scaffo, consulesa do Uruguai no Brasil, lembrou que o país registrou crescimento de 6% em seu Produto Interno Bruto no ano passado e este resultado positivo é consequência da legislação local que permite a entrada de investimentos estrangeiros e do sistema fiscal e tributário que favorece a instalação de empresas de todo o mundo. Além disso, ressaltou que os acordos comerciais estabelecidos pelo governo uruguaio com o México e Israel também poderão ser uma alavanca para o início de novas parcerias para os exportadores brasileiros.

Vantagens –Durante o encontro, Federico Soneira, consultor da Soneira Associados, empresa que prepara a organização do evento no Uruguai, destacou as vantagens que o país oferece, com ênfase para a estabilidade macroeconômica, localização estratégica, câmbio livre e investimentos estrangeiros diretos que somaram US$ 2,3 bilhões em 2010.

Entre os principais benefícios oferecidos a empresas que desejam instalar-se em seu território estão a isenção de Imposto de Renda (IR) cobrado sobre 100% do investimento por até 25 anos, mas com metas a serem cumpridas como um nível mínimo de postos de trabalho criados, por exemplo.

Soneira lembrou que houve uma mudança na legislação uruguaia em 1998 na qual, além de oferecer as mesmas vantagens que existem para as empresas uruguaias, os empreendedores estrangeiros não necessitam de autorização prévia para se instalar e podem transferir capital e lucros livremente para suas matrizes.

Também nas zonas francas uruguaias, localizadas em Colonia, Florida, Nueva Palmira, Rio Negro, Rivera, San José e Montevidéu, os usuários locais ou de outras nacionalidades estão isentos de impostos sobre renda, patrimônio e criação de projetos ou taxas de importação e estão livres da exigência de depósitos prévios ou de obediência a regras bancárias.

Logística – Sidney Docal, gerente de comércio exterior da ACSP, ressaltou que entre as missões organizadas pela entidade há muitas empresas importadoras interessadas em mais uma opção para viabilizar seus negócios e receber mercadorias adquiridas com mais rapidez, pois a viagem do Uruguai ao Brasil tem duração de quatro dias, enquanto as encomendas transportadas via Panamá chegam em 10 dias.

Para participar da missão, basta clicar aqui e fazer sua inscrição.

Diário do Comércio
Calendário de eventos
Agosto