facebooklinkedin
Publicidade
:: Home :: Notícias :: Primeiro cliente
Notícias Veja mais
Primeiro cliente - 23/01/2012

Diego Eick Moreira é o managing director da Pandorga Technologies UK.

Além de ser a cidade mais populosa e importante do Reino Unido, Londres é também o centro financeiro da Europa. A vibrante diversidade cultural, o contraste do antigo e do moderno e a presença das maiores organizações globais fazem de Londres um caldeirão de ideias, onde novos conceitos e produtos são criados e levados ao mercado em semanas... “faster and faster!” E, acreditem, o ambiente de negócios mais eficiente aqui são os pubs. É lá, fora da formalidade dos escritórios, que as relações efetivamente se consolidam, entre uma pint e outra (pint é um copo de 568 ml de cerveja!).

 

Será que vim parar em Londres somente pelas cervejas? Diria, em parte... Sou cofundador da Pandorga Tecnologia, uma empresa porto-alegrense de desenvolvimento de software. Fundada em 2006, a Pandorga destacou-se no processo de incubação da TecnoPUC, mantendo uma taxa média anual de crescimento em torno de 100%. Já na concepção, tínhamos o sonho de tornar a empresa global. Transformado em plano, o sonho começou a deslanchar em 2008, quando passamos a participar de feiras internacionais de tecnologia, como a Cebit em Hanover (Alemanha). Foi quando encontramos as concorrentes dos Brics e percebemos as grandes barreiras de entrada no mercado europeu. Faltava networking, faltava conhecimento da cultura local, faltava um primeiro cliente!

 

OK, let’s think simple! O plano mudou: passou a ser o de enviar um representante para viver, estudar e trabalhar fora do país por alguns meses, mergulhar na cultura local e fazer os contatos necessários para chegar ao primeiro cliente. E não é que funcionou? Em menos de seis meses, já havíamos firmado uma parceria para a complementação de serviços com uma grande empresa de tecnologia. Em maio deste ano, apenas 12 meses após o início do novo plano, a Pandorga inaugurou seu escritório na City – o centro financeiro e de negócios de Londres. Fechamos, também, um novo contrato com um grupo de investidores da Europa e Ásia, visando ao desenvolvimento de software para dispositivos móveis (iPhone, iPad, Windows Mobile) e IP Phones.

 

Muitos investimentos foram feitos para nos adequarmos às exigências do mercado britânico, especialmente em qualidade e comunicação. Para resolver a barreira do idioma, padronizamos o inglês como idioma oficial da empresa, mesmo na sede brasileira; todos os assuntos internos, reuniões, documentos etc. são tratados em língua inglesa. O sucesso é reflexo do esforço de cada um dos nossos funcionários. Só eles sabem como foi desafiador discutir futebol em inglês no cafezinho. Outro fator de sucesso foi o apoio incondicional do Sebrae e das agências britânicas de atração de investimentos, a UK Trade & Investment (UKTI) e a London & Partners.

 

O espetacular verão londrino de duas semanas não me assusta mais; muito menos os meses de inverno, quando a gente esquece que existe uma estrela chamada Sol. Londres é uma cidade organizada, vibrante e sempre rápida, com pessoas muito educadas, éticas e justas. Que lugar seria melhor para dar esse primeiro grande passo? E agora, qual será o próximo?

 

revistapib
Calendário de eventos
Janeiro