facebooklinkedin
Publicidade
:: Home :: Notícias :: OEA adia decisão sobre situação do Paraguai
Notícias Veja mais
OEA adia decisão sobre situação do Paraguai - 28/06/2018
Reunião do conselho permanente da OEA

O apelo de Saguier ocorreu ontem, durante a reunião do Conselho Permanente da Organização dos Estados Americanos (OEA), mas o presidente do Conselho, o jamaicano Stephen Vasciannie, disse que para definir a data da reunião sobre o Paraguai é necessário haver um acordo de todos os integrantes do órgão. No total, a organização é formada por 35 países. O Paraguai está ameaçado de suspensão na OEA desde que destituiu o presidente Lugo, em 22 de junho, num processo rápido e considerado antidemocrático pelos parceiros em outros dois blocos comerciais – o Mercosul e o Unasul -, de onde o Paraguai já foi suspenso. Integrantes da OEA já examinaram a situação política no país, no entanto, nas consultas informais não houve consenso. Saguier reconheceu que a questão divide opiniões na região. O representante permanente da Costa Rica, embaixador Edgar Ugalde, defendeu a busca por uma posição definida da organização. O representante do México, Joel Antonio Hernandez Garcia, acrescentou que é "urgente" a reunião sobre a situação política no Paraguai.  A suspensão do país latino do Mercosul abriu as portas para a entrada da Venezuela, o que gerou alguns negócios já nesta semana, quando a adesão do país caribenho foi oficializada. Além da compra de aeronaves da Embraer e do acordo de parceria entre as estatais de petróleo da Argentina e da Venezuela, o presidente Hugo Chávez anunciou ontem que está disposto a conceder linhas de crédito e empréstimos para as empresas privadas e públicas interessadas na criação de fábricas na região.


Fonte: Agência Brasil


Crédito/fotos: Capa: Maria Patricia Leiva/OEA; interna: Juan Manuel Herrera/OEA


revistapib
Calendário de eventos
Agosto