facebooktwitterlinkedinyoutuberss
Publicidade
:: Home :: Notícias :: "O Brasil está de volta", diz Temer a investidores internacionais
Notícias Veja mais
"O Brasil está de volta", diz Temer a investidores internacionais - 30/05/2017

 

O presidente Michel Temer participou na noite de segunda-feira (29/05) de um jantar com empresários e políticos em São Paulo. O tom do discurso foi de otimismo e Temer afirmou que “o Brasil está de volta”, indicando a melhoria do cenário econômico no país.

“[…] Queria transmitir-lhes uma mensagem de otimismo. Eu diria o seguinte: o Brasil está de volta. A inflação está sob controle, nós criamos condições para a redução responsável dos juros e a economia voltou a crescer, o emprego começa a recuperar-se. E deixamos para trás, meus senhores e minhas senhoras, a maior recessão da história brasileira”, disse o presidente.

Temer discursou na abertura do Fórum de Investimentos Brasil 2017, evento que reúne investidores de mais de 42 países e de 22 setores da economia.

O presidente procurou indicar que o país saiu da recessão, mas que ainda tem “muitos desafios”. Sem citar quais, enfatizou: “mas nós não tenhamos dúvida: o Brasil é muito maior do que todos esses desafios circunstanciais, acidentais, que ocorrem nos últimos tempos”.

O encontro com empresários ocorre 10 dias após a divulgação dadelação premiada dos executivos da JBS, que envolveu o presidente Temer e teve forte impacto no cenário político.

"O presidente disse que o Brasil continua mantendo a mesma linha política e econômica", relatou o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa, que participou da reunião.

O governo ainda avalia como boas as chances de a reforma trabalhista ser aprovada no Senado nesta semana ou na próxima. "Os partidos da base continuam apoiando o governo e há um compromisso de continuar votando as medidas de interesse do País, inclusive com a retomada da agenda de reformas", disse o ministro.

Evidências disso são o avanço da proposta trabalhista e a aprovação de sete Medidas Provisórias (MPs) na semana passada.

"Estamos trabalhando para que a expectativa de crescimento se mantenha até o final do ano", afirmou Quintella, referindo-se ao crescimento de 1,1% apurado pelo Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) no primeiro trimestre deste ano.

Esse índice é considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), cujo resultado será divulgado na próxima quinta-feira.

A expectativa é de que o dado venha positivo, o que oficializará o fim da recessão. O ministro admitiu que a crise política pode colocar esse crescimento num patamar inferior. "Mas o importante é que o Brasil saiu da recessão e voltou a crescer, e os investidores estão observando o Brasil com todo o cuidado."

 

Diário do Comércio
Calendário de eventos
Junho
  • 29
    Workshop: Abrindo Mercados no...
    OBJETIVOS:   Analisar e discutir procedimentos para a abertura...